Guia de Compras - GPS

Categorias de GPS

Há diversas categorias diferentes de GPS. Normalmente essas categorias são divididas de acordo com as configurações do GPS.

  • Receptores básicos de GPS – esses são os modelos mais baratos do mercado. Normalmente eles devem ter a sua localização, uma bússola acoplada no sistema, a sua elevação em relação ao nível do mar, o tempo exato, tanto em 12 como em 24 horas, capacidade de calcular a distancia percorrida, capacidade de gravar o seu caminho com um conjunto de pontos indicativos (waypoints), capacidade de navegar rotas, entre outras funções. São comumente usados por motoristas, como um GPS automotivo. Suas desvantagens são a falta de capacidade de mapeamento e a falta de precisão ao calcular sua elevação em relação ao nível do mar.



  • Receptores de mapeamento portáteis – nessa categoria os aparelhos exibem mapas que são pré-carregados em um cartão de memoria, ou carregados a partir de um computador. Os mapas que podem ser carregados do seu computador para os receptores de GPS podem ser facilmente encontrados em CDs a venda. Neles você pode criar sua própria rota, marcando waypoints e dando nomes a eles. Esses aparelhos costumam ser maiores que os receptores básicos de GPS, pois o detalhe do mapa é alterado de acordo com o tamanho e resolução da tela. Por isso, tendem a ser modelos mais caros. Apesar de se tornarem mais caros, os preços não são tão agressivos, o que vem fazendo com que vários fabricantes já comecem a incluir esse recurso em modelos mais baratos.  A desvantagem dele é que só pode suportar a quantidade de mapas que couber em sua memoria. Porém, é possível compra novos cartões de memoria para armazenar novos dados.



  • Receptores Automotivos – esses modelos possuem telas bem maiores e sistemas de voz acoplados. Recebem esse nome pois só podem ser utilizados em automóveis, uma vez que são conectados ao sistema elétrico do carro. Possuem telas maiores para a fácil visualização do motorista, e comandos de voz para ele não precisar tirar os olhos da estrada. Esses receptores possuem preços e modelos bem variados. Eles podem ser separados em duas categorias: add-ons, são os modelos comprados separadamente do carro e depois acoplados, e os built-ins, que são os modelos já acoplados no carro antes mesmo de serem vendidos. As grandes vantagens dos built-ins são a segurança (pois normalmente estão estrategicamente localizados para uma fácil visualização do condutor) e o design. Por sua vez, os add-ons podem possuir mais recursos e te permite ter uma maior possibilidade de escolha.



  • GPS para PDA – os PDAs (Personal Digital Assistant), ou como são mais conhecidos, os Palmtops, são muito usados como um aparelho de GPS. A tecnologia GPS pode ser integrada aos Palmtops de diversas maneiras diferentes. A primeira forma é através de um acessório para Palmtops chamados de Manga. A Manga envolve os Palms e acrescentam a eles memoria, bateria, câmera, telefone e, claro, a capacidade de GPS. Outra forma de conectar seu PDA em um receptor de GPS é através do Bluetooth. Este recurso permite a realização de conexões sem fio entre dispositivos. Apesar de serem um pouco mais caros, os aparelhos que integram o Blutooth são extremamente uteis, pois você terá mais flexibilidade, podendo usar seu aparelho de GPS aonde você quiser. Você também pode conectar seu Palmtop em um Cabled. Um Cabled é um aparelho de receptor de GPS de mão, e ele possui uma entrada de cabo para conecta-lo em Palmtops. Assim, tendo um Cabled você não terá problema em conecta-lo em seu Palmtop. Assim você terá uma tela maior, com melhor qualidade de imagem e desempenho.



  • GPS para laptop – na realidade, os GPS para laptops possuem as mesmas vantagens e quase todas as formas de conexão a GPS que os Palmtops. A única diferença é que nos laptops não possuímos as Ma ngas, e os laptops não são tão portáteis quanto os Palmtops.


GPS Garmin Nuvi 3760T

Tipos de GPS

A tecnologia GPS permite que todos possam se localizar em qualquer lugar do planeta. Se ele tem bastante utilidade na terra, imagina em alto mar, onde não se tem noção de onde é o caminho, pelo menos não a olho nu. Por isso os GPSs são divididos em dois grandes grupos: O GPS Terrestre e o GPS Marítimo.

O mais comum nos GPSs Terrestres é a utilização de mapas com rotas e caminhos específicos. Assim você fica orientado de onde deve ir, seguindo as coordenas por ele fornecida. Já no sistema de GPSs Marítimos, não se tem como “seguir um caminho” claro, afinal de contas, você está no meio do mar. A solução é a utilização de sistemas de coordenadas.

O sistema de coordenadas do GPS permite a identificação de todos os pontos no mapa. Para isso, são usados sistemas de Latitude/Longitude. São usados como referência o Meridiano de Greenwich, que divide a Terra em Hemisfério Leste e Oeste, e a Linha do Equador, que divide a Terra em Hemisfério Norte e Sul. As linhas paralelas a Linha do Equador indicam a Latitude, e as paralelas ao Meridiano de Greenwich indicam a Longitude. Assim, mesmo em alto mar você conseguirá saber exatamente onde está.

Principais Fabricantes

GPS Tomtom Go 630

As duas maiores empresas fabricantes de GPS são, sem sombra de dúvidas, a Garmin e a TomTom. As duas marcas são bem fortes e consolidadas no mercado, possuindo uma ampla linha de produtos com modelos bem variados. As duas empresas fabricam categorias diferentes de receptores de GPS, com diversos recursos, como mapas pré-instalados, conexões via bluetooth ou wireless, MP3 players, visualizadores de imagens, etc.

Elas certamente possuem vantagens em relação à outra em algumas categorias. Por exemplo, se você que um GPS para lhe auxiliar em seu passeio ou caminhada, Garmin levará vantagem na sua escolha. Isso porque o TomTom não oferece unidades autônomas nesta classe. Porém, ele é líder no desenvolvimento de software para smartphones.

A grande diferença deles é que utilizam provedores de mapa diferentes. Assim, alguns dizem que os provedores do Garmin possuem mapas mais claros nos Estados Unidos, enquanto os provedores do TomTom possuem melhores mapas na Europa.